login para vagas online: Alunos ou Empresas

Hoje, quarta-feira, dia 14/11, o atendimento será suspenso do período de 15h às 17h.

Ética e Honestidade

Ética vem do termo ETHOS, que quer dizer costumes, hábitos, práticas de uma sociedade. Assim são definidos os valores. Podemos dizer que ética é o conjunto de valores e princípios que são utilizados para as condutas, que guiam e orientam as relações humanas. Exemplo: Faço ou não faço.

Seria a ética uma liberdade de escolha? A resposta é afirmativa. A ética é fruto de nossa liberdade, de nossas escolhas. Uma sociedade eticamente desenvolvida é uma sociedade em que todos, por educação ou por cultura, consideramos absolutamente normal abrir mão de algumas de nossas pretensões em nome do cuidado coletivo. É uma sociedade que sente vergonha quando tem um atributo negativo flagrado em si mesma. A ausência de tal sentimento, o aumento considerável de criaturas “sem vergonha”, representa um enorme risco social.

Vamos ilustrar com o seguinte ditado: “a ocasião faz o ladrão”. Como diz o filósofo Mario Sergio Cortella, esta frase não faz o menor sentido. O certo seria dizer “a ocasião revela o ladrão”. O ladrão faz a escolha de assim ser antes que a ocasião aconteça. Muitas “ocasiões” aparecem para várias pessoas e estas não se submetem à incorporação do “ladrão”.

Em relação à ética profissional, vamos pensar em uma pessoa que tem bem desenvolvidas suas competências, suas técnicas e seus conhecimentos aliados à sua responsabilidade social. Os seus valores alinhados com suas atitudes, a coerência de seu discurso e sua prática. E se, na trajetória profissional, acontecer uma situação que vai colocar em teste seus valores? Você se renderia a algo que não concorda? Que não se sente à vontade de fazer? Levando em consideração que a vida não tem fórmulas prontas nem gabarito existencial, que a ética é um exercício de escolha permanente, que os valores são complexos, que a incerteza paira no ar, o que fazer?

A ética surge, principalmente, de situações como esta. Quando temos que tomar decisões, quando algo interrompe o nosso cotidiano e eu preciso pensar, refletir, decidir. Os valores são relativos e não relativistas, ou seja, não é um “vale tudo”. Se as nossas atitudes contribuírem para a diminuição e destruição da dignidade, da honra, da capacidade da vida coletiva, da sustentação de nossa existência, em que mundo queremos viver?

O que é a sua característica, caráter, o seu modo de ser, tem valores e princípios que levam a uma ação, que resulta de uma escolha, de uma decisão. É uma potência que vira ato, uma virtude que se torna real.

A ética é a capacidade que temos de pensar, deliberar, decidir e escolher a cada momento de nossa vida. Agir com honestidade e dignidade é ter a audácia, a coragem de enfrentar as dificuldades da decisão livre em favor do aperfeiçoamento progressivo da convivência.

O mundo é resultado das escolhas que fazemos. Faça o que é certo, não necessariamente o que te mandam fazer...


Cláudia Oliveira | Orientação Profissional

Cláudia Oliveira é Psicóloga e Orientadora Profissional do Espaço Carreiras - Central de Estágios da PUC-Rio.

E-mail: claudiaoliveira@puc-rio.br | Tel: (21) 3527-1335

Central de Estágios da PUC-Rio