login para vagas online: Alunos ou Empresas

Respostas Inteligentes
Em entrevistas de emprego

A Entrevista de Emprego sempre reserva algumas surpresinhas para os candidatos. O recrutador e suas perguntas desconcertantes que, naquele exato momento, parecem impossíveis de responder sem transparecer as inseguranças.

Vamos conversar sobre alguns exemplos de perguntas que podem levar a uma percepção errônea se não respondidas de modo sensato. Do mesmo modo que podemos ser surpreendidos com perguntas, por que não surpreender com respostas? Sabemos que tais perguntas são feitas com o intuito de perceber como o candidato lida com essas questões. O importante é conciliar sinceridade e atitude.

1. “Fale de um erro que você cometeu?”

O entrevistador quer saber como você reage quando as coisas não saem como planejadas. A melhor resposta é a narração dos fatos sem focar demais no negativo, assumir o que foi feito, mostrar como foi superar este momento e o que foi feito para resolver a situação.

2. “Qual é sua maior fraqueza?”

Seria interessante falar da preocupação em ler a respeito, saber como lidar e superar as próprias limitações. Dizer que foram muitas as lições aprendidas e, a maior de todas, com certeza, dar prioridade e focar nas forças. Mostrar que foi fundamental dedicar tempo para pensar no que você é bom de verdade, no que você ama fazer. E procurar melhorar sempre, atualizando as metas.

3. “Como você se vê daqui a cinco anos?”

O importante aqui é mostrar que o objetivo maior é um planejamento a curto prazo, um ano, principalmente por conta da rapidez com que as mudanças acontecem nos dias atuais. E, então, sinalizar para o que vai estar fazendo dentro deste período.

4. “Qual o motivo para contratar você?”

Partilhar com ele o que você entendeu sobre a descrição do cargo oferecido e o perfil de candidato ideal. Procurar fazer a relação com suas competências e devolver para ele, “agora você pode responder a essa pergunta”.

5. “O que se antigo chefe fala sobre você?”

Resposta rápida e objetiva é salientar que o pensamento deve ser de dever cumprido, suporte, trabalho em equipe, comprometimento e responsabilidade com as tarefas.

6. “O que você vai trazer para a nossa equipe?”

Priorizar que, entendendo quais as necessidades da empresa e do grupo, sua experiência e competências serão somadas ao que já existe enquanto grupo. Falar como colocaria seu perfil a serviço da empresa.

7. “Por que você saiu da empresa em que trabalhava?

Fale a verdade, e explique as razões para sua saída. Normalmente acontece por conta de corte de custos, renovação de quadro funcional visando contratações com salários mais baixos.

8. “Por que você quer trocar de emprego?”

Pode ser porque você não se adaptou à cultura da empresa ou por vontade de crescimento na carreira e lá você não tinha esta perspectiva. O que não deve acontecer é alguma menção negativa aos chefes, colegas e à própria empresa.

9. “Podemos conversar em inglês?”

Quando o currículo é verdadeiro, não tem motivo para desespero. Se está escrito que o idioma é fluente, você estará apto a conversar em inglês com o entrevistador durante toda a entrevista. Sem problema, você se garante.

10. “Qual sua pretensão salarial?”

Ainda é muito desconfortável falar de salário apesar de ser importante estipular um valor antes de ir para a entrevista. Pelo menos, ter em mente uma base, a partir de quanto a oportunidade pode interessar.

Antes de ir para uma entrevista de emprego procure pensar nas possíveis perguntas e estruture suas respostas de forma sincera e firme. Mostre em sua atitude que você é o protagonista do espetáculo.


Cláudia Oliveira | Orientação Profissional

Cláudia Oliveira é Psicóloga e Orientadora Profissional do Espaço Carreiras - Central de Estágios da PUC-Rio.

E-mail: claudiaoliveira@puc-rio.br | Tel: (21) 3527-1335

Central de Estágios da PUC-Rio

Contatos

Telefones:

(21) 3527-1448

(21) 3527-1449

(21) 3527-1450

E-mails:

ccesp@puc-rio.br

Endereço:

Rua Marquês de São Vicente, 255

Edifício Pe. Leonel Franca (térreo)

Como chegar
Falar conosco